12.12.10

Composição como explicação

“Ninguém está à frente de seu tempo, é só que a variedade particular de criar o seu tempo é aquela que seus contemporâneos que também estão criando seu próprio tempo se recusam a aceitar. E se recusam a aceitar por uma razão muito simples,que é a de não terem motivo algum para aceitar. Eles próprios isto é todo mundo em seu entrar na composição moderna e eles entram mesmo, se eles não entram não estão propriamente nela estão fora dela e então entram; mas dentro do que pode ser chamado esforços não-competitivos onde se você não está dentro nada se perdeu exceto alguma coisa exceto o que não é tido, existem naturalmente todas as recusas, e as coisas recusadas só são importantes se inesperadamente acontecer de alguém precisar delas.” [O fragmento acima integra uma palestra proferida por Gertrude Stein em Cambridge e Oxford, na década de 1920. Posteriormente inserido no livro What Are Masterpieces – O Que São Obras Primas, o texto, vertido para o português por Andrea Mateus, foi publicado na revista Modo de Usar & Co. nº 2, em 2009]

2 comentários:

João Victor Araripe disse...

MUITO BOM ! Adorei o seu blog ! Visite o meu blog sobre tênis e retribua o comentário ! : breakpointbrasil.blogspot.com/ - SIGA MEU BLOG E MEU TWITTER, que eu sigo o seu de volta ! Twitter oficial : @breakpointbr, mais de 2.000 seguidores ... Me liste também !. Se puder me indicar para seus amigos que gostam do esporte agradeço :-)

Obrigado !

Marcelo Kraiser disse...

O que me lembrou o comentário de Man Ray: 'dizem que estou à frente do meu temp.Não tenho culpa se a maior parte das pessoas está atrasada com relação ao tempo atual.'
Marcelo Kraiser