10.10.09

Como um homem comum


3 comentários:

susannah disse...

Muito legal! Suas palavras dançam no papel e na imaginação da gente. O Obama está na foto, mas podia ser qualquer um, não é mesmo?
Bjs!

Ricardo Aleixo disse...

"Qualquer um", sim, Susannah: bom que gostou do poema... Um beijo!

.geo disse...

uau! do grande caralho esse poema nada comum!
abração, saudades e laroiê (q hoje é segunda!), Rique!!!
geo