16.7.08

Mês passado, em São Paulo,

na versão de Nem uma única linha só minha que apresentei no Itaú Cultural, junto com o músico Benedikt Wiertz e o bailarino Alexandre Tripiciano, a coisa fluiu mais ou menos assim:





 

Um comentário:

marcelo disse...

Que beleza! Que beleza!
E olha, cheguei a confundir seu parceiro de palco com o Marsicano!
Abração.